fbpx

Saúde e Desenvolvimento Humano

Você provavelmente já se perguntou o que são probióticos, pois muita gente fala sobre isso e existem alimentos que informam a existência de probióticos em sua composição.

Embora seja um termo popular, o que muitos sabem é que os probióticos fazem bem para a nossa saúde e apenas isso. Mas que benefícios são esses? O que são probióticos? Como atuam em nosso corpo?

Bom, para te ajudar a entender tudo sobre probióticos falaremos um pouco do assunto no texto de hoje.

O que são Probióticos

Os probióticos são microrganismos vivos que, quando tomados em quantidades adequadas, proporcionam benefícios à saúde do hospedeiro. São bactérias benéficas que estão presentes e atuantes na nossa flora intestinal.

O cientista russo Elie Metchnikoff, ganhador do prêmio Nobel e professor do Instituto Pasteur em Paris, postulou há mais de um século, que as bactérias ácido-lácticas (BAL) ofereciam benefícios à saúde. Muitos probióticos são bactérias ácido-láticas, mas muitos outros não são.

No nosso intestino existem bactérias boas e ruins. Os probióticos são as boas. Sendo assim é importante prezar pela sua manutenção. Por isso o consumo regular de probióticos tornou-se um dos meios de equilibrar a flora intestinal. Pois hoje em dia, o alto consumo de alimentos que passam por processos industrializados e diversos outros fatores. E ainda o uso indiscriminado de antibióticos é um dos principais contribuintes para o desequilíbrio da nossa flora intestinal.

Essas bactérias ajudam a melhorar a saúde do nosso organismo como um todo, pois melhoram a digestão, facilitam a absorção de nutrientes e ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

Os probióticos são como soldados que impedem a proliferação, o aumento das bactérias ruins. Assim quando o nosso intestino fica desequilibrado por algum motivo, as bactérias ruins passam a se proliferar e acabam causando doenças, já que o sistema imunológico fica fraco e as bactérias boas estão presentes em menor quantidade.

Alimento, suplemento ou medicamento? 

Existe uma grande quantidade de produtos disponíveis no mercado com probióticos. Desde alimentos convencionais até suplementos e medicamentos. Geralmente, probióticos e prebióticos são vendidos como alimentos ou suplementos alimentares. Porém existe também medicamentos que são prescritos por médicos e nutricionistas que contém probióticos.

Uma outra forma é a manipulação de produtos com esses microrganismos vivos em sua composição. Assim é possível uma individualização no tratamento a depender da necessidade e objetivo. Os probióticos são extremamente delicados. Desta forma a manipulação é difícil e delicada. Devendo o armazenamento, a temperatura e a umidade serem controladas rigorosamente para eficácia e qualidade do produto final. Devido a essa extrema sensibilidade dos probióticos, não basta apenas que a matéria-prima seja armazenada refrigerada. Pois a grande sensibilidade à temperatura e umidade exige condições bem controladas também na hora da manipulação. Outro ponto importante é que devem ser prescritos em cápsulas entéricas ou gastrorresistentes. 

Mesmo quem não possui nenhum problema intestinal como prisão de ventre, por exemplo, pode consumir esses suplementos probióticos para melhorar e fortalecer a saúde intestinal. Contudo após a flora intestinal reequilibrada o ideal é o consumo de prebióticos. Os produtos com probióticos podem ser encontrados em cápsulas, pó e em alimentos como por exemplo, iogurte, iogurte, kefir, queijos, chucrute, natto, etc. 

Quais os Benefícios dos Probióticos para o ser humano

O Que São Probióticos e Quais os seus Benefícios para a Saúde

Absorção de nutrientes

  • Síntese de vitaminas e absorção de nutrientes: auxiliam na síntese de vitaminas do complexo B e de vitamina K, além de melhorar a absorção de nutrientes;
  • Intolerância a Lactose: ajudam na conversão da lactose em ácido láctico assim diminuem os sintomas nos casos de intolerância a lactose;

Função intestinal

  • Constipação intestinal: ajudam na regulação e normalização do trânsito intestinal, melhorando quadros de constipação intestinal;
  • Diarreia: em adultos e crianças previne a diarreia infecciosa provocada por vírus ou bactérias. Podendo ainda reduzir sua duração e a intensidade dos sintomas, inclusive na diarreia causada por rotavírus. Pode em alguns casos evitar ou mesmo atenuar as manifestações da diarreia do viajante ou da diarreia associada à antibioticoterapia. Inclusive hoje é preconizado repor a flora intestinal após o uso de antibióticos. Pois os antibióticos não são seletivos, assim matam as bactérias ruins, mas as boas também;
  • Cólicas em recém-nascidos: ajudam a reduzir a intensidade e duração;
  • Síndrome do Intestino Irritável (SII): alivia os sintomas e ajuda no controle da doença;
  • Doenças Inflamatórias Intestinais (DII): alivia os sintomas e ajuda no controle de patologias como a Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa;

Prevenção e controle de diversas doenças

  • Alergias: reduzem a permeabilidade e inflamação intestinal, com isso reduzem a absorção de alérgenos, bactérias e vírus da luz intestinal para o corpo. Desta forma ajudando no controle dos sintomas de alergias crônicas como dermatites, asma, artrites e outras doenças alérgico inflamatórias. Inclusive se tomado pela mãe durante a gravidez, parece reduzir a incidência de eczema atópico e outras doenças alérgicas na criança. Ajuda também na diminuição da recorrência de doenças alérgicas e imunomediadas;
  • Colesterol: ajuda no controle do colesterol, porque além de reduzir a reabsorção intestinal do colesterol, também aumenta a produção de ácido propiônico que por sua vez reduz a produção hepática de colesterol;
  • Candidíase vaginal de repetição: diminui a incidência e a recorrência da candidíase vaginal;
  • Infecção urinária de repetição: diminui a incidência e recorrência das infecções urinárias de repetição. Lembrando que é recomendado usar probióticos sempre após o tratamento com antibióticos;
  • Câncer de cólon: foi observado que em populações que consomem maiores quantidades de produtos lácteos fermentados a incidência de câncer de cólon era menor;
  • Imunossupressão: em caso de imunossupressão, por exemplo nos infectados pelo HIV, ajuda reforçando o sistema imunológico. E também reduzindo os episódios de diarreia;
  • Queimaduras: reduzem a translocação bacteriana, assim aumentam a sobrevida de pacientes com queimaduras extensas e sepse;

Conclusão

Agora quando te perguntarem o que são probióticos, é só responder: os probióticos são bactérias benéficas que vivem no nosso intestino e ajudam a manter a saúde do nosso organismo como um todo.

Sabendo o que são probióticos e quais são os seus benefícios, você tem ainda mais motivos para consumi-los. Por este motivo, consuma alimentos que possuam tais bactérias. E também peça ao seu médico e nutricionista de confiança para te prescreverem uma suplementação, caso necessário. 

Samy Zenun
Autor

Olá, sou o Samy Zenun, médico, especialista em pessoas. Hoje tenho como missão ajudar as pessoas a melhorarem sua saúde e qualidade de vida. Acredito que com pequenas mudanças de hábito e atitudes, todas as pessoas podem melhorar sua saúde física e emocional. Deixe seu comentário e inscreva seu melhor e-mail para receber dicas sobre medicina, saúde, desenvolvimento humano, ciência e espiritualidade.

Escreva um comentário